A resposta a esta pergunta veio do cientista inglês Henry Cavendish (1731 – 1810) que observou que o calor gerado por uma faísca de arco voltaico (4.000°C) provocava a síntese do Nitrogênio com o Oxigênio gerando NO2, que em presença da água formava o HNO3. Isto é exatamente o que ocorre na natureza quando há raios durante chuvas. Existem trabalhos mostrando que chega a cair até 40kg de Nitrogênio, utilizável pelas plantas, por hectare/ano, pelas águas das chuvas. Somente este Nitrogênio ionizável as plantas aproveitam, pois o Nitrogênio molecular da nossa atmosfera, que corresponde a 78% desta mistura gasosa, não é assimilado pelas plantas.

Portanto a resposta da pergunta acima é sim, a água de chuva é diferente da água de irrigação pois vem enriquecida com Nitrogênio, um dos principais nutrientes para as plantas.

O que é fertirrigação?

A técnica de fertirrigação é bastante conhecida dos usuários de irrigação e consiste em veicular os nutrientes solúveis necessários às plantas pela água de irrigação. Isto propicia não só economia na distribuição dos fertilizantes, pois não necessita de implementos para realizar esta tarefa, mas também a possibilita o fracionamento das doses. Este é muito importante para o desenvolvimento das plantas, pois à nossa semelhança, é melhor comer em doses pequenas e equilibradas do que altas dosagens em longos períodos.

Conheça mais sobre a NaanDanJain! Acesse: www.naandanjain.com.br