Considera-se que cerca de 70% da comida que chega às mesas das nossas casas é proveniente da agricultura familiar. Esse tipo de agricultura tem relação direta com a segurança alimentar e nutricional da população brasileira. Além disso, impulsiona economias locais e contribui para o desenvolvimento rural sustentável ao estabelecer uma relação íntima e vínculos duradouros da família com seu ambiente de moradia, produção e sustento.

De acordo com o último Censo Agropecuário do IBGE, de 2006, as propriedades familiares compreendem apenas 24,3% de toda a área rural do país. O tamanho limitado compromete a viabilidade financeira desses estabelecimentos, uma vez que a escala de produção se torna um problema estrutural para esse agricultor.

Diante disso a pergunta que se estabelece é:  Mas seria possível promover produtividade via irrigação em áreas pequenas?

A irrigação, na verdade, é a melhor tecnologia para atender aos desafios de produtividade no campo, possibilitando fornecimento de produtos durante todo o ano e maior economia de insumos: água, mão de obra e energia elétrica. Porém, é importante ressaltar que não basta irrigar, é preciso que haja planejamento, monitoramento e uma boa gestão da irrigação.

Um bom projeto e sistema de irrigação deve considerar os fatores inerentes à cultura, ao local e ao clima, sem deixar de considerar as necessidades do produtor.

É preciso desmistificar a crença de que o agricultor familiar busca, basicamente, a subsistência. O agricultor familiar é um empreendedor rural que busca quebrar as barreiras que impactam sua produtividade.

Agricultores devem estar atentos ao modo como tomam suas decisões e devem identificar estratégias para organizar seu processo produtivo, com o intuito de agregar valor a seus produtos e maximizar seus resultados.

Dentre os inúmeros métodos de irrigação, o sistema de gotejamento mostra-se bastante eficiente tanto em uso de água quanto na mão de obra empregada.

Outra opção são os kits de gotejamento desenvolvidos para pequena áreas a serem irrigadas que dispensam fonte de energia e são facilmente instalados, e com operação e manutenção super simples, além de serem totalmente modulares, ou seja, se adaptam a qualquer terreno.

Conheça mais as soluções dos kits de irrigação aqui.