Projetos Parceiros

Projeto Cana Pede Água é uma das parcerias NaanDanJain

O que é o projeto

Conscientes da importância, viabilidade e sustentabilidade da irrigação como opção para aumentar a produção de cana-de-açúcar no Brasil com custo competitivo, um grupo de empresas fornecedoras de equipamentos de irrigação se uniu e criou o Projeto “Cana pede Água”.
O Projeto “Cana pede Água” pretende divulgar os benefícios da irrigação dentre os agentes do setor sucroenergético e da cadeia produtiva da cana, mostrando aos tomadores de decisão que ela é uma importante alternativa tecnológica para ganho de produtividade agrícola.

Objetivos

O Projeto “Cana pede Água” tem como principal objetivo a divulgação dos benefícios da irrigação dentre os agentes do setor sucroenergético e da cadeia produtiva da cana.

Assim, ele atua através de uma agenda positiva com múltiplas ações de comunicação, sensibilização, treinamento e fomento do uso sustentável da irrigação de cana-de-açúcar com água no país.

Abrangência

Projeto “Cana pede Água” é de abrangência nacional e tem como público-alvo, além de todos os executivos do setor sucroenergético e sua cadeia produtiva, órgãos e autarquias dos governos federal, estaduais e municipais brasileiros, especialistas do agribussiness, universidades e a opinião pública de forma geral.

Comitê Gestor

O Projeto “Cana pede Água” é gerido pela Consultoria RPA (dona da Revista IDEANews) e patrocinado pelas empresas Irrigabrasil, NaanDanJain, Raesa e Tigre todas renomadas fabricantes de equipamentos para irrigação no País. São estas 5 empresas que formam o comitê gestor do Projeto, que não possui fins lucrativos.

 

O Mais Alimentos Produção Primária é uma linha de crédito do Pronaf que financia investimentos em infraestrutura produtiva da propriedade familiar. Contempla os seguintes produtos e atividades: açafrão, arroz, cana-de-açúcar, café, centeio, feijão, mandioca, milho, palmácea para produção de palmito, soja, sorgo, trigo, erva-mate, apicultura, aquicultura, avicultura, bovinocultura de corte, bovinocultura de leite, caprinocultura, fruticultura, olericultura, ovinocultura, pesca e suinocultura.

Por meio desta linha de crédito são financiados projetos individuais de até R$ 150 mil e coletivos de até R$ 750 mil, com juros de 2% ao ano, até três anos de carência e até dez anos para pagar.

Para financiamento de estruturas de armazenagem o prazo pode chegar a 15 (quinze) anos, com carência de três anos. Cabe destacar que os financiamentos destinados às atividades de suinocultura, avicultura e fruticultura podem chegar a R$ 300 mil.

Os contratos do Pronaf Mais Alimentos Produção Primária são vinculados ao Programa de Garantia de Preços da Agricultura Familiar (PGPAF).

Para mais informações acesse: http://portal.mda.gov.br/portal/saf/maisalimentos/

A NaanDanJain é parceira do projeto Mais Alimentos