Você conhece todos os componentes de um sistema de irrigação?

1 – Sistema de captação ou bombeamento

É responsável pela sucção e pelo transporte da água a ser utilizada na irrigação. Essencial na maioria dos sistemas pressurizados.

2 – Medidor de vazão

Monitora a vazão de todo o sistema, registrando os m³/hora de água que passam por ele.

Alguns modelos não podem ser instalados próximo a registros, válvulas, conexões tipo ‘T’ ou curvas, pois podem apresentar erros na análise.

Fique atento se o medidor indicar aumento ou redução de vazão e o manômetro indicar perda ou aumento de pressão ao longo do tempo, isso pode ser um sinal de entupimentos ou vazamentos do sistema.

3 – Cabeçal de controle

É o espaço em que estão presentes o processo de filtragem da água e a aplicação de produtos químicos no sistema (fertirrigação).

É composto por:

• válvula de retenção
• manômetros
• filtros (disco, tela e/ou areia)
• injetores de produtos químicos
• tanque de mistura e registros.

4 – Tubulações

Geralmente as tubulações da linha de captação são de PVC. E as linhas laterais são tubos de polietileno (PE), esses que possuem maior resistência, flexibilidade e uma maior proteção contra raios UV.

5- Medidor de pressão (manômetro)

É um componente essencial para manutenção de todo sistema de irrigação.

É possível identificar entupimentos, vazamentos, momento de manutenção dos filtros, entre outros com uma análise na diferença da pressão.

6 – Válvulas e registros

Controlam o fluxo e a distribuição de água em vários pontos do sistema. Na irrigação localizada são encontrados os seguintes equipamentos:

• registro de esfera
• válvula borboleta
• registro de gaveta
• válvulas hidráulicas
• válvula de alívio da pressão
• válvula ventosa
• válvula antecipadora de onda
• válvula elétrica,
• pilotos de redução/sustentação de pressão

7 – Emissores

São responsáveis pela aplicação da água.

Os emissores utilizados no sistema de irrigação localizada são esses: Tubo Gotejador, aspersor, micro aspersor e mini aspersor.
As vazões e pressões de cada emissor variam.

Sendo assim, para fazer a melhor escolha leve em conta as características do solo, a cultura a ser irrigada, a topografia e o custo x rentabilidade.

Compartilhe Este Artigo:

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on whatsapp

Outras máterias

4 Cuidados importantes para um projeto de irrigação

O investimento em uma lavoura com ótimos resultados é o objetivo de todo produtor rural.…

6 Sinais de que você está fertilizando demais suas plantas

Sabe o ditado popular de que: “Tudo o que é demais faz mal”. Quando se…

10 dicas para garantir um bom manejo de irrigação de pastagens

Conhecer o solo, fazer a revisão dos equipamentos e montar um plano de irrigação são…

Cadastre-se e receba nossa Newsletter

Receba nossas novidades em primeira mão.